Autores dos comentários:  José Fantine e Manfredo Rosa

A Netflix lançou agora no início de outubro o documentário “David Attenborough e nosso planeta” (no original, “David Attenborough, a life on our planet”). Em produção esmerada e roteiro bem elaborado, o conhecido naturalista discorre sobre transformações ambientais que testemunhou ao longo de setenta anos de sua carreira, viajando por todas as partes do nosso Planeta. Desenvolvendo questões ambientais, ele aponta as perdas de áreas selvagens, a devastação de metade das florestas tropicais, chamando a atenção para o fato de que “atividade não sustentável acumula danos”.

Algumas cenas contribuem com novidades, desconhecidas de muitos. Mas o principal do relato talvez seja a parte final, onde são apresentadas sugestões para evitar chegarmos a uma “situação irreversível”, conforme alerta o narrador.

A abordagem envolve algumas percepções não discutidas normalmente. Portanto, o conteúdo pode significar complementação de análise, ao lado de outras linhas de pensamento. As imagens maravilhosas tocam a nossa sensibilidade.

Diz ele quase ao final: “Chegamos até aqui porque somos as criaturas mais inteligentes que já existiram. Mas, para prosseguirmos, precisamos mais do que inteligência. Precisamos de sabedoria”. Neste sentido, David aponta caminhos para o sucesso ambiental listando experiências em alguns países.

Concluindo, é necessário, sem descanso, cotejar os interesses comerciais que possam resultar no agravamento das questões ambientais com a perspectiva de inviabilização futura da vida na Terra. Certamente, a sabedoria mostrará o que fazer e o que abandonar.

Sugerimos assistir esse importante documentário e conhecer um pouco mais sobre o naturalista britânico.

Filme: https://www.netflix.com/br/title/80216393

Sobre o naturalista ; https://f5.folha.uol.com.br/voceviu/2020/10/quem-e-david-attenborough-o-ambientalista-de-94-anos-que-quebrou-o-instagram.shtml

Ver também: https://brasil2049.com/meio-ambiente-e-sustentabilidade/

Posted by Brasil 2049

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *